Demanda por títulos foi superior à oferta, anuncia Tesouro

O secretário-adjunto do Tesouro Nacional, José Antônio Gragnani, considerou um sucesso o resultado da captação de US$ 500 milhões em títulos da dívida externa denominados de Global 2019. De Londres, onde participa de uma apresentação sobre a operação, o secretário informou, por telefone, à Agência Estado que a demanda dos investidores pelo papel brasileiro foi "algumas vezes superior à oferta". Devido às regras para a captação, o secretário não pode informar o valor da demanda. Contudo, ele adiantou que o resultado foi muito positivo para o País e reflete, principalmente, a melhora das condições da economia brasileira. Esse foi o motivo para a redução da taxa de retorno do investidor da primeira captação do Gloval 2019, realizada em outubro, e a de hoje. "Vendemos um título de 14 anos e meio. Isso mostra a confiança dos investidores no Brasil", afirmou. Segundo ele, o Tesouro resolveu fazer a captação hoje porque considerou o "momento interessante". Ele negou que o leilão tenha atendido uma demanda específica. "É especulação. Não teve demanda específica. A emissão foi pró-mercado", afirmou. Sem querer fazer previsões sobre as próximas captações, ele comentou o Tesouro está cumprindo o cronograma de captação desse ano previsto em US$ 6 bilhões.

Agencia Estado,

10 Maio 2005 | 15h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.