Depois do acordo com a Microsoft, Nokia anuncia que vai eliminar 7 mil empregos

A Nokia anunciou que vai eliminar 7 mil empregos e terceirizar suas operações relacionadas ao software Symbian com o objetivo de reduzir custos em 1 bilhão, principalmente em pesquisa e desenvolvimento, em meio às dificuldades para competir no aquecido mercado de smartphones.

, O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2011 | 00h00

O presidente da gigante finlandesa, Stephen Elop, detalhou ontem uma reestruturação de negócios que incluirá a demissão de 4 mil funcionários e a transferência de outros 3 mil para a empresa de serviços de tecnologia Accenture. Os cortes são equivalentes a 12% da força de trabalho da empresa, mas não devem afetar a operação brasileira. A Accenture assumirá as operações do Symbian e auxiliará no desenvolvimento de futuros smartphones, incluindo os aparelhos com a plataforma Windows, da Microsoft.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.