Depois do cigarro, cerco ao CO2 de carro

Assim como já acontece com cigarros, as montadoras européias podem ser obrigadas a usar 20% do espaço publicitário para detalhar impactos ambientais provocados pela emissão de CO2. A proposta criou um lobby furioso e lançou faíscas entre os fabricantes de carros. A medida, que deverá ser discutida nesta semana, faz parte dos esforços da União Européia de chegar a 2020 com níveis de emissão 20% abaixo dos de 1990.

O Estadao de S.Paulo

23 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.