EFE/Laurent Gillieron
EFE/Laurent Gillieron

bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Depois do Twitter, Henrique Meirelles cria perfil no Facebook

Uma equipe orienta o ministro e, entre outras tarefas, monitora as repercussões sobre suas ações em redes sociais desde o ano passado

Reuters

25 de janeiro de 2018 | 18h39

A poucos meses de decidir se sairá candidato à Presidência da República, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ampliou sua atuação em redes sociais e abriu uma página no Facebook nesta semana.

“Caros, agora estou também no Facebook. Me acompanhem por lá”, escreveu Meirelles no início da noite a seus 32,4 mil seguidores no Twitter.

Filiado ao PSD, Meirelles reiterou por diversas vezes nos últimos meses que aguardará até abril para decidir se disputará em outubro a cadeira atualmente ocupada por Michel Temer. Até lá, repete o ministro, sua atenção está totalmente concentrada na economia brasileira.

 

Vence em abril o prazo legal para que a maioria dos ocupantes de cargos públicos deixem os postos para saírem candidatos.

Na prática, a possibilidade de Meirelles voltar à política ocupa não apenas perguntas de jornalistas, mas também sondagens de investidores que pedem “sem parar” que ele concorra ao Palácio do Planalto, disse o ministro em entrevista na terça-feira, 23, segundo arquivo de áudio disponibilizado pelo ministério da Fazenda.

Uma equipe com pessoas ligadas à Fundação Getulio Vargas (FGV) orienta Meirelles e, entre outras tarefas, monitora as repercussões sobre suas ações em redes sociais desde o ano passado. Este grupo de auxiliares monitora as redes e planeja a divulgação de conteúdo do ministro.

++ Proposta para Previdência é compatível com direção que mundo está seguindo, diz Meirelles

++ 'Não consideramos alta de impostos agora', diz Meirelles, em Davos

Antes de passar os oito anos de mandato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como presidente do Banco Central, Meirelles foi eleito o deputado federal mais votado em Goiás, pelo PSDB.

Hoje, Meirelles avalia, entre outros fatores, se teria chances reais de ganhar o pleito para decidir sua candidatura.

Tudo o que sabemos sobre:
Henrique MeirellesFacebook

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.