Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Depósitos em planos de previdência privada sobem 21,9% em abril

No acumulado de janeiro a abril, o montante é de  R$ 30,4 bilhões, 10% maior que no mesmo período de 2015

Luana Pavani, O Estado de S.Paulo

22 Junho 2016 | 14h16

SÃO PAULO - Novas contribuições a planos abertos de previdência privada, como PGBL e VGBL, somaram R$ 8,9 bilhões em abril de 2016, o que representa um crescimento de 21,92% sobre o mesmo mês do ano anterior. A captação líquida no período apresenta saldo positivo de R$ 4,8 bilhões, maior que a de R$ 3,6 bilhões em abril de 2015, de acordo com dados da Fenaprevi.

No acumulado de janeiro a abril, o montante é de  R$ 30,4 bilhões, 10% maior que no mesmo período de 2015, com captação líquida de R$ 12,8 bilhões, levemente abaixo dos R$ 12,9 bilhões do ano anterior.

Os planos individuais foram os que lideraram os aportes em abril, com R$ 8,2 bilhões, dos quais R$ 162,8 milhões em investimentos para menores de idade. No quadrimestre, foram R$ 27,1 bilhões, R$ 629 milhões dos quais para menores. Os planos empresariais responderam por R$ 702,2 milhões no  mês e abril e R$ 2,6 bilhões no acumulado de quatro meses.

Os planos da modalidade VGBL tiveram contribuições de R$ 8,2 bilhões no mês de abril, os PGBL, de R$ 637 milhões, e os tradicionais, R$ 64 milhões. No quadrimestre, as contribuições foram respectivamente de R$ 27,6 bilhões, R$ 2,4 bilhões e R$ 267,5 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.