Depósitos na poupança da Caixa batem recorde

Números divulgados há pouco pela Caixa Econômica Federal revelam que a captação da Caderneta de Poupança em fevereiro atingiu um saldo recorde de R$ 36,1 bilhões, distribuídos entre 18 milhões de contas. Esse resultado garante à Caixa 30% de participação no mercado e a continuidade da liderança entre os poupadores.Desde novembro de 2000, a Poupança da Caixa distribui prêmios aos poupadores, o que tem lhe garantido captação líquida (depósitos - saques) positiva em todos os meses. A campanha de premiação trouxe para a Caixa 5,6 milhões de novas contas, um crescimento de mais de 45% e uma média de 400 mil contas abertas por mês. Em valores, isso significa um aporte de R$ 6,6 bilhões no saldo total da carteira. De novembro de 2000 para cá, a participação da Caixa no mercado cresceu em quase três pontos percentuais. Em janeiro passado, a captação líquida foi de R$ 677,8 milhões, cerca de R$ 210 milhões mais, se comparada à captação de janeiro de 2001. Somente no mês passado, foram abertas 428.089, o que significa uma media de 19.458 novas contas por dia. Além dos prêmios, que a Caixa sorteia entre os poupadores com saldo médio mensal acima de R$ 100, as pessoas buscam a segurança da aplicação. Além disso, não existe limite mínimo para se abrir uma conta de poupança na Caixa. Outro atrativo é a isenção do Imposto de Renda e a devolução da CPMF depois de 90 dias. PerfilNa última pesquisa de perfil do poupador, a Caixa descobriu que cerca de 50% têm entre 30 e 60 anos de idade. Homens e mulheres empatam na busca da poupança e, em sua grande maioria (79,4%), os poupadores têm renda mensal de até R$ 1.800.

Agencia Estado,

20 de fevereiro de 2002 | 15h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.