Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Deputados derrubam 3 destaques ao cadastro positivo; conclusão fica para quarta-feira

Ainda há sete destaques pendentes na Câmara; governo espera que todos sejam rejeitados

Fabrício de Castro, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2019 | 20h27

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), encerrou a sessão do plenário da Casa desta terça-feira, 19. Com isso, a conclusão da votação dos destaques ao projeto de lei do novo cadastro positivo ficou para esta quarta-feira, dia 20. Ainda há sete destaques pendentes.

Na sessão desta terça, três destaques foram apreciados e rejeitados pelos deputados. Banco Central e governo esperam que todos os destaques sejam rejeitados, o que manteria o texto-base aprovado em maio do ano passado.

Alguns dos destaques, na visão do BC, desfiguram o texto aprovado no ano passado, prejudicando a formação do cadastro positivo. Pela lei atual, de 2011, o cadastro é formado apenas por consumidores que solicitam a inclusão no banco de dados - o que, na prática, torna o cadastro irrelevante para análise de crédito. Com o texto-base aprovado na Câmara, a inclusão no cadastro será automática, sendo que o consumidor que quiser sair terá que solicitar a exclusão.

Após a conclusão da votação dos destaques, a matéria ainda terá que passar novamente no Senado, para depois ir a sanção do presidente da República.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.