Desafio do balde de gelo deixa supermercados da Inglaterra sem gelo

Geladeiras ficam vazias e redes reforçam estoques para atender demanda que continua crescendo graças às redes sociais

O Estado de S. Paulo

29 de agosto de 2014 | 16h04

SÃO PAULO - O desafio do balde de gelo fez os supermercados ficarem sem gelo na Inglaterra. Gôndolas de venda de gelo estão vazias em supermercados de Portsmouth, Fareham, Hampshire e outras cidades britânicas em consequência da demanda provocada pelo alastramento da campanha para angariar recursos para o tratamento da esclerose lateral amiotrófica (ELA).

Iniciada nos Estados Unidos, a campanha Ice Bucket Challenge (desafio do balde de gelo) espalhou-se nas redes sociais após famosos - incluindo Bill Gates e Mark Zuckerberg - aceitarem o desafio de tomar um banho de água e gelo além de doar recursos para a campanha.

O vídeo de Bil Gattes fazendo o desafio já foi visto mais de 18 milhões de vezes no Youtube.

Segundo o jornal Daily Mail, os supermercados tiveram de pedir suprimentos extras de gelo para atender à demanda nas últimas semanas.

Um porta-voz da rede Tesco, em Portsmouth, declarou ao jornal que a procura por gelo está muito acima do normal. "Houve uma movimentação enorme nas vendas de gelo. Normalmente, no verão, nós vendemos dois ou três a seis sacos por dia, mas agora estamos vendendo mais de 20", disse ele.

"É ótimo ver tantas pessoas participando, mas da próxima vez adoraríamos saber um pouco antes para que possamos estocar o que as pessoas precisam".

A rede Tesco doou os lucros de suas vendas de cubo de gelo para a caridade, e desafiou outros supermercados para fazer o mesmo depois de vender mais de 36 milhões de cubos de gelo ao longo da última semana. 

Até agora, o varejista doou 20 mil libras esterlinas (cerca de R$ 74 mil) para a Associação que defende os portadores da Esclerose Lateral Amiotrófica.

No desafio, além de receber um balde de água com gelo na cabeça o desafiante indica outras pessoas para fazerem o mesmo. Os vídeos são divulgados na internet para incentivar mais doações.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
GeloEsclerose Lateral Amiotrófica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.