Descoberta no poço Gávea é principal no pré-sal de Campos, diz Petrobrás

Consórcio está analisando os resultados obtidos no poço, antes de continuar com o processo de exploração e avaliação da área 

Agência Estado,

28 de junho de 2011 | 15h17

A Petrobrás confirmou a descoberta de dois níveis de petróleo de boa qualidade no poço exploratório 1-REPF-11A-RJS, informalmente conhecido como Gávea, conforme a Repsol Sinopec havia informado mais cedo nesta terça-feira, 28. De acordo com nota da estatal, esta é a principal descoberta realizada no pré-sal da Bacia de Campos.

A Repsol Sinopec é a operadora do consórcio, com 35% de participação, tendo como parceiras a Statoil, com 35%, e a Petrobrás, com 30%. Segundo a Petrobrás, o consórcio está analisando os resultados obtidos no poço, antes de continuar com o processo de exploração e avaliação da área.

A companhia informa ainda que o poço, localizado a 190 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, foi perfurado pelo navio sonda de última geração Stena Drillmax I, em águas de 2.708 metros e atingiu a profundidade final de 6.851 metros.

A Petrobrás e suas parceiras informaram às autoridades brasileiras a existência de indícios de hidrocarbonetos no poço exploratório Gávea em março de 2011, para o primeiro nível, e em abril deste mesmo ano, para o segundo nível.

Tudo o que sabemos sobre:
petrobrasdescobertapoçogávea

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.