Descoberta nova fraude na venda do álcool

A redução do ICMS sobre o álcool hidratado em São Paulo criou uma nova fraude no mercado de combustíveis. Distribuidoras compram álcool nas usinas paulistas e vendem em Estados vizinhos, principalmente Rio de Janeiro e Minas Gerais, sem recolher os impostos destes Estados. O esquema deixou em alerta o setor. A fraude já foi detectada pelos números de venda de combustíveis da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Segundo dados do 1.º bimestre de 2004, houve queda superior a 60% nas vendas oficiais de álcool no Rio. Em Minas, a retração é de 15%.Segundo o diretor do Sindicato das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), Alísio Vaz, os números indicam que empresas alegam que vão vender em São Paulo, que tem ICMS menor, mas vendem nos Estados vizinhos, roubando mercado de quem recolhe impostos. "No mercado real, não houve queda de consumo dessa magnitude." Em São Paulo, a ANP aponta aumento de vendas de 3%, o que reforça a suspeita de fraude.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.