Descontos em vôos nacionais

A RotaTur é uma companhia do grupo Varig que tem oferecido passagens a preços muito competitivos. A empresa aérea está disputando com as viações de ônibus a preferência das mais de 20 milhões de pessoas que passam pelos terminais rodoviários anualmente. Há 20 anos, quando foi criada, a companhia só fretava vôos para a Europa. A investida nos vôos internacionais não foi rentável. E as atividades da empresa ficaram paradas por 15 anos.A volta ao mercado aconteceu em 1º de julho, com vôos nacionais. "Foi um sucesso, os vôos ficaram lotados", diz Itaci Sotero, diretor comercial da RotaTur, que pretende atingir um público que pode pagar um pouco mais, aceitando restrições, para viajar de avião. Para isso, vende vouchers (passagens que podem ser remarcadas ou canceladas) para destinos em que o percurso de ônibus levaria mais de 20 horas. Um deles é Fortaleza, no Ceará. A passagem entre São Paulo e Fortaleza custa R$ 300, com direito a lanche. O mesmo trajeto de ônibus custa R$ 198. O preço menor em relação às grandes companhias é conseguido com o uso de aviões ociosos da Varig, entre 23h e 4h.Isso possibilita que a empresa opere como as companhias européias e americanas. Uma espécie de leilão do avesso: o preço da passagem pode ser alterado várias vezes ao dia. Quanto mais perto da partida, mais o preço do lugar ainda não preenchido cai. Por isso, os aviões da empresa só decolam com pelo menos 70% da ocupação. E a receita importada da Europa está dando certo. No primeiro mês de operação foram 42 vôos semanais.A Fly Tour também tem preços convidativos. O trecho São Paulo-Rio custa R$ 49. Pela TAM ou Transbrasil, o passageiro desembolsaria R$ 208 pelo trecho. A companhia faz, em média, 12 vôos por semana. Segundo Rogério Ferreira Ottoni, diretor para assuntos corporativos da Fly Tour, o preço é baixo porque o nível de ocupação de seus vôos é de 90%. "A empresa usa seus dois aviões de forma racional", diz ele. Para ir de São Paulo a Fortaleza, por exemplo, o passageiro paga R$ 269.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.