Desembolsos do BNDES sobem 7% em 2005

Os desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) subiram 7% nos primeiros cinco meses de 2005, ante igual período em 2004, atingindo montante de R$ 15,1 bilhões. As informações foram divulgadas hoje pelo banco, em comunicado. Segundo o BNDES, também foi expressiva a expansão dos enquadramentos, que totalizaram R$ 34,4 bilhões nos primeiros cinco meses desse ano, superando em 40% os R$ 24,5 bilhões acumulados entre janeiro e maio de 2004.O enquadramento é o primeiro nível de análise das propostas de financiamento que chegam ao banco. Ao detalhar o comportamento dos desembolsos, o banco também informou que, em maio de 2005, os desembolsos somaram R$ 3 bilhões, desempenho 40% superior aos R$ 1,8 bilhão de igual mês em 2004. Já os enquadramentos no mês passado, foram de R$ 9,8 bilhões, 44% a mais do que o montante de R$ 5,5 bilhões de maio do ano anterior.Cartas-consultaAs cartas-consulta ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que são o primeiro contato do empresariado para obter financiamento do BNDES, tiveram alta de 2% nos primeiros cinco meses deste ano, ante igual período em 2004. Nestes primeiros cinco meses, chegaram a R$ 35 bilhões, contra R$ 34,3 bilhões entre janeiro e maio de 2004.As cartas-consulta costumam funcionar como uma espécie de termômetro do interesse do empresariado em investir. Segundo o comunicado do banco, apenas no mês de maio, as cartas-consulta registraram montante de R$ 8,1 bilhões, superando em 24,6% o total de igual período do ano anterior, R$ 6,1 bilhões.O BNDES informou ainda que, as aprovações de financiamento atingiram nos primeiros cinco meses deste ano R$ 14,9 bilhões, superando em 1% o montante de R$ 14,8 bilhões, registrado em 2004. Em maio desse ano, o banco informou que as aprovações registraram montante de R$ 4,2 bilhões, valor 19% acima do registrado em maio de 2004 (R$ 3,4 bilhões).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.