Desembolsos do BNDES têm queda de 9% no semestre

Os desembolsos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social no primeiro semestre deste ano ficaram em R$ 18,2 bilhões, com queda de 9% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com a nota, "os principais fatores que puxaram para baixo o resultado foram o comportamento das liberações para a agropecuária e o financiamento às exportações".O banco atribuiu a queda na agropecuária a problemas do setor como questões climáticas e redução dos preços internacionais. "Já no que se refere às exportações, a retração da taxa média de câmbio de R$ 2,57 por dólar para R$ 2,19 por dólar produziu forte redução dos valores dos financiamentos em dólar quando convertidos em reais", diz a nota. Segundo o BNDES, sem considerar agropecuária e exportações, os desembolsos no primeiro semestre ficaram com queda de 0,9% em relação aos dos primeiros seis meses de 2005.Infra-estrutura e serviços Os setores de infra-estrutura e de comércio e serviços tiveram aumento das liberações de janeiro a junho deste ano em relação ao mesmo período do ano passado.Na infra-estrutura, o valor desembolsado no semestre foi de R$ 6,5 bilhões, 4% mais que no mesmo período de 2005, com destaque para telecomunicações, com crescimento de 53% e transportes terrestres (gasodutos) com 14% sobre o mesmo período de 2005. O segmento de Comércio e Serviços recebeu R$ 1,2 bilhão este ano até junho, 16% mais que no primeiro semestre do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.