Desempenho do Brasil é admirável, elogia o FMI

"O desempenho do Brasil sob o programa apoiado pelo FMI continua admirável", elogiou nesta sexta-feira o Fundo, ao aprovar a terceira revisão do acordo de US$ 32,4 bilhões firmado em setembro de 2002. Para o FMI, a política de juros altos, classificada pelos técnicos de pró-ativa, "resultaram num firme declínio nas taxas de inflação mensal este ano." A aprovação da revisão garante ao Brasil o direito de sacar uma parcela de US$ 9,3 bilhões.O FMI disse que a aprovação das reformas "é crítico" para aumentar a confiança dos investidores internacionais e "estabelecer o retorno forte, sustentável e eqüitativo do crescimento". "Como resultado desse forte desempenho político, o Brasil voltou a ter acesso aos mercados de capital internacional em termos favoráveis", diz a nota divulgada no site da instituição (www.imf.org), contendo os comentários da vice-diretora-gerente do Fundo, Anne Krueger.Para o Fundo, "a sólida produção fiscal proporcionou uma forte confiança que a meta de superávit primário para 2003 será alcançada", destacando que e medida irá "assegurar uma dinâmica de dívida sustentável".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.