Desemprego brasileiro surpreende previsões e cai em março

O desemprego brasileiro diminuiem março, contrariando as expectativas do mercado, devido a umamenor procura e a um aumento da ocupação, informou nestaquinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE). A taxa nas seis maiores regiões metropolitanas do paísficou em 8,6 por cento no mês passado, ante 8,7 por cento emfevereiro. Analistas consultados pela Reuters previam uma taxa de 9por cento. O número de pessoas ocupadas teve alta de 0,6 por cento mêsa mês e avanço de 3,5 por cento contra março de 2007, para21,282 milhões. O total de desocupados caiu 0,8 por cento em março sobrefevereiro, para 1,993 milhão de pessoas, e recuou 14,1 porcento na comparação anual. O rendimento dos trabalhadores somou 1.188,90 reais, quedade 0,6 por cento mensal e alta de 2 por cento no dado anual. (Reportagem de Rodrigo Viga Gaier; Edição de VanessaStelzer)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.