Desemprego cai na maioria das regiões metropolitanas dos EUA

As taxas de desemprego caíram em janeiro em quase todas as regiões metropolitanas dos Estados Unidos em relação ao ano anterior, e a maioria delas ficou abaixo da taxa nacional, informou o Departamento do Trabalho nesta sexta-feira.

REUTERS

23 de março de 2012 | 13h34

As taxas de desemprego recuaram em 345 das 372 regiões, e as que mais caíram foram as de Decatur, no estado do Alabama, e Monroe, em Michigan.

Ao mesmo tempo, 201 regiões tiveram taxas de desocupação abaixo da nacional, de 8,8 por cento, ainda sem ajuste sazonal. Habitualmente o Departamento do Trabalho ajusta esses números a fatores sazonais, como contratações de férias ou clima.

A taxa de desemprego nacional ajustada em fevereiro e janeiro foi de 8,3 por cento.

Enquanto os efeitos da recessão que começaram em 2007 foram quase uniformes em todo o país, a recuperação tem sido muito mais desigual, com regiões em que o setor habitacional impulsionava a economia local ainda afetadas.

(Reportagem de Lisa Lambert)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUADESEMPREGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.