Desemprego cai pelo 2o mês e rendimento sobe em abril

O desemprego brasileiro caiu pelosegundo mês seguido em abril, atingindo a menor leitura desdejaneiro, e a renda do trabalhador aumentou, informou nestaquarta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE). A taxa nas seis maiores regiões metropolitanas do paísficou em 8,5 por cento no mês passado, ante 8,6 por cento emmarço. Analistas consultados pela Reuters previam manutenção em8,6 por cento. O número de pessoas ocupadas ficou praticamente estável emrelação a março, em 21,4 milhões. Em relação a abril de 2007,houve alta de 4,3 por cento. O total de desocupados manteve-se em 1,991 milhão depessoas na comparação mensal e caiu 13,9 por cento sobre omesmo mês do ano passado. O rendimento médio real do trabalhador atingiu 1.208,10reais, alta de 1 por cento sobre março e de 2,8 por cento anteabril de 2007. (Reportagem de Vanessa Stelzer; Edição de Alberto AlerigiJr.)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.