Desemprego deve atingir mais 700 mil alemães em 2009

O instituto econômico IFO prevê que o desemprego na Alemanha sofrerá um brusco aumento neste ano por conta da crise mundial, informa o jornal alemão Bild neste domingo. Kai Carstensen, economista-chefe do IFO, prevê que o país poderá ter 700 mil novos desempregados em 2009.No final de 2008, a previsão para este ano era de um aumento de 500 mil no número de desempregados. Por sua vez, economistas da Allianz, a gigante alemã do setor de seguros, e do banco Deutsche Bank preveem cerca de 600.000 cortes de emprego em 2009, segundo a publicação semanal Euro am Sonntag. As informações são da Dow Jones Newswires.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.