Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Desemprego é de 14,4% entre negros; 14,1% entre pardos e 9,5% entre brancos

Os resultados do quarto trimestre de 2016 são maiores que o da média nacional, de 12,0%

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2017 | 13h31

RIO - A taxa de desemprego é consideravelmente maior entre negros e pardos do que entre brancos, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na desagregação por cor ou raça, a taxa de desocupação das pessoas que se declararam de cor preta ficou em 14,4% no quarto trimestre de 2016, enquanto a taxa entre a população parda foi de 14,1%. Os resultados são maiores que o da média nacional, de 12,0%, e bem mais elevados do que o registrado pela população declarada como branca, que teve taxa de desemprego de 9,5% no quarto trimestre de 2016.

No primeiro trimestre de 2012, quando começa a série histórica da Pnad Contínua, a taxa de desemprego nacional foi estimada em 7,9%. A taxa entre a população que se declara de cor preta era de 9,7%; entre os pardos, de 9,1%; e a dos brancos era 6,6%.

Tudo o que sabemos sobre:
Ibge

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.