Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Desemprego é lembrete da necessidade de pacote, diz Obama

'Este é o momento de agir e agir sem demora', afirma presidente eleito dos Estados Unidos sobre novas ações

Suzi Katzumata, da Agência Estado,

09 de janeiro de 2009 | 15h24

A dramática perda de empregos em dezembro é um "forte lembrete" da necessidade de um agressivo pacote de estímulo econômico, afirmou o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama. "Este é o momento de agir e agir sem demora", disse Obama em entrevista coletiva à imprensa. Veja também:EUA têm maior taxa de desemprego em 15 anosAções contra crise levam tempo para surtir efeito, dizem EUADe olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise   Em dezembro, o mercado norte-americano perdeu 524 mil vagas, enquanto a taxa de desemprego subiu acima do esperado, para 7,2% - nível mais alto desde 1993. Em 2008, a economia dos EUA perdeu 2,6 milhões de empregos, a maior queda desde que Harry Truman ocupou a Casa Branca. Obama disse que aqueles números reforçaram a urgência de aprovar o estímulo, acrescentando que a situação econômica é "horrível e está se deteriorando".  O presidente eleito também anunciou que escolheu o ex-congressista Leon Panetta para chefiar a Agência Central de Inteligência (CIA, na sigla em inglês) e o almirante Blair para ser o diretor de Inteligência Nacional.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise FinanceiraEmpregoBarack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.