Desemprego em 7 regiões do País cai para 10,6% em maio, aponta Dieese

Na região metropolitana de SP, desemprego também recuou, de 11,2% em abril para 10,9% no mês passado

Bianca Ribeiro, da Agência Estado,

27 de junho de 2012 | 10h16

SÃO PAULO - O índice de desemprego total em sete regiões pesquisadas pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) e o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontou recuo no mês de maio para 10,6%, ante uma taxa de 10,8% apurada em abril.

O número de desempregados caiu em 46.000 pessoas, sendo 34 mil absorvidas em novos postos de trabalho e 12 mil a menos no contingente da População Economicamente Ativa (PEA). O total de ocupados nas sete regiões foi estimado em 19,993 milhões ante o volume de 19,959 milhões registrados no mês de abril.

O rendimento médio real dos ocupados nas sete regiões subiu 0,7% em abril ante março. A massa de rendimentos dos ocupados também registrou uma elevação de 0,7% em relação ao mês de março. Na comparação com o mês de abril de 2011, o rendimento médio real subiu 2,6% e a massa de rendimentos cresceu 5,4%.

São Paulo

O índice de desemprego na região metropolitana de São Paulo (RMSP) caiu para 10,9% em maio, ante 11,2% em abril. O contingente de desempregados no mês passado foi estimado em 1,183 milhão de pessoas - 35 mil a menos que o verificado em abril. Em maio de 2011, a taxa de desemprego na RMSP estava em 10,7%.

O rendimento médio real dos ocupados na região subiu 1,6% em abril ante março. Já a massa de rendimentos dos ocupados teve alta de 1,6% no mesmo período. Na comparação com abril do ano passado, a massa de rendimento dos ocupados teve expansão de 3,2%. 

Tudo o que sabemos sobre:
DesempregoSão PauloRenda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.