Desemprego em fevereiro sobe para 17,1%

O desemprego nos 39 municípios que compõem a Região Metropolitana de São Paulo, em fevereiro, subiu para 17,1% da população economicamente ativa (PEA) ante a taxa de 16,7% registrada em janeiro. Os dados foram divulgados hoje pela Fundação Seade, em parceira com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio Econômicos (Dieese). De acordo com as duas instituições, o contingente de desempregados no mês passado foi estimado em 1,687 milhão de pessoas.O aumento de 28 mil pessoas no contingente de desempregados foi provocado pela eliminação de 94 mil ocupações, número superior às 66 mil pessoas que saíram do mercado de trabalho. A redução de 1,1% do nível ocupacional da região metropolitana de São Paulo foi causada pela eliminação de 50 mil postos de trabalho no setor de serviços, 40 mil no comércio e 35 mil na indústria. No agregado outros setores (construção civil e serviços domésticos), foi constatado aumento de 31 mil ocupações. Foram destacadas as reduções de 95 mil trabalhadores autônomos e de 13 mil assalariados sem carteira assinada.Entre dezembro e janeiro, os rendimentos médios de ocupados e assalariados caíram 1,6% e 1,7%, respectivamente, passando a valer R$ 1006,00 e R$ 1062,00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.