Desemprego em São Paulo fecha 2007 no menor nível desde 96

A taxa, calculada pela Seade e o Dieese, terminou o ano passado em 14,8%; em dezembro, índice foi de 13,5%

Célia Froufe, da Agência Estado,

30 de janeiro de 2008 | 10h12

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo fechou o ano de 2007 em 14,8%, a menor variação desde 1996. As informações constam da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), realizada pela Fundação Seade e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e divulgada nesta quarta-feira, 30   Em dezembro, a taxa ficou em 13,5% da População Economicamente Ativa (PEA), a menor taxa para o mês desde 1996, quando estava em 14,2%. Em dezembro de 1995, a taxa de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo foi de 13,2%, a mais baixa de toda a série.   A taxa de desemprego diminuiu nas três áreas geográficas da região metropolitana. Ao considerar apenas o município de São Paulo, a redução do desemprego foi de 13,9% em novembro para 13,2% em dezembro passado. Nos demais municípios da Região Metropolitana de São Paulo, a redução no período foi de 14,6% para 14%. Na área do ABC (Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul), caiu de 12,9% para 12,7%.   Em dezembro, o total de desempregados da região foi estimado em 1,402 milhão de pessoas, 68 mil a menos do que em novembro. Foram geradas 97 mil novas ocupações, número superior ao de pessoas que entraram no mercado de trabalho em novembro (29 mil).   A divulgação do Seade/Dieese nesta quarta conta apenas os dados da Região Metropolitana de São Paulo. A pesquisa de outras cinco regiões metropolitanas do País acompanhadas pelas instituições está prevista para ser divulgada em 13 de fevereiro.

Mais conteúdo sobre:
EmpregoSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.