Desemprego fica estável pelo quinto mês; renda sobe

Pelo quinto mês seguido, a taxa de desemprego ficou estável em 9,6% em novembro nas seis principais regiões metropolitanas do País, informa o IBGE. Em novembro de 2004, a taxa havia sido de 10,6%.O emprego com carteira assinada ficou estável em novembro se comparado com outubro, mas subiu 3,6% em relação a novembro de 2004. O número de pessoas ocupadas é de 20,1 milhões, com aumento de 0,3% sobre outubro e de 2% em relação a novembro do ano passado. O número de desocupados somou 2,1 milhões de pessoas, equivalente a queda de 0,1% na comparação com outubro e redução de 9,4% sobre novembro de 2004.O rendimento médio ficou em R$ 974,50, com aumento de 0,4% em relação a outubro e de 2,1% comparado com novembro de 2004.O IBGE não identificou mudança significativa no emprego nas seis regiões pesquisadas de outubro para novembro. Na comparação com novembro do ano passado, apenas a região metropolitana de Recife teve crescimento no emprego (de 11,2% para 14,7%).As regiões metropolitanas de Belo Horizonte (de 9,2% para 8,2%), Rio de Janeiro (de 9,4% para 7,7%) e São Paulo (de 11,2% para 9,7%) apresentaram queda.Nas regiões metropolitanas de Salvador e Porto Alegre o quadro foi de estabilidade.Veja a pesquisa completa no IBGE

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.