Desemprego na América Latina cai pelo 5º ano em 2007, diz OIT

Organização afirma que tendência deve ser mantida em 2008, mas pode ser prejudicada por recessão nos EUA

Reuters,

28 de janeiro de 2008 | 16h25

O desemprego na América Latina diminuiu pelo quinto ano consecutivo em 2007 e deve manter essa tendência em 2008, mas uma eventual recessão nos Estados Unidos pode deteriorar os bons resultados macroeconômicos, disse a Organização Internacional do Trabalho.  Segundo um relatório divulgado pela entidade nesta segunda-feira, 29, o desemprego na região fechou o ano em 8,2%. Para 2008, a previsão é de uma taxa de 7,9%.  "Se em 2008 for confirmada a projeção de crescimento econômico de 4,7%, a taxa de desemprego chegará a 7,9%, o que levaria a região a níveis não registrados desde a década de 1990", disse a OIT em comunicado.  O desemprego latino-americano vem caindo desde 2002, quando atingiu 11,4%. O incerto panorama da economia dos Estados Unidos, no entanto, poderia impactar os prognósticos da OIT para o ano. "O baixo dinamismo projetado para a economia dos Estados Unidos representa um fator de risco para a região", diz o relatório.

Mais conteúdo sobre:
EmpregoOIT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.