Desemprego na França recua 0,1% em agosto ante julho

Queda se deu após três meses seguidos de alta; taxa de desemprego no país está em 9,1%

Agência Estado

26 de setembro de 2011 | 13h29

O número de pessoas ativamente buscando trabalho na França caiu em agosto, após três meses seguidos de alta, informou, nesta segunda-feira, o Ministério do Trabalho. Foram registradas 2.754.500 pessoas da Categoria A buscando trabalho no país europeu, queda de 0,1% em comparação com o mês anterior. A Categoria A engloba os que tanto os que estão registrados quanto os que estão desepregados e não têm trabalho nenhum. Em comparação a agosto de 2010, o número de desempregados buscando trabalho subiu 2,3%.

A pequena queda deste mês em relação ao mês anterior é uma boa notícia para o presidente da França, Nicolas Sarkozy, que enfrenta uma economia em dificuldades e um mercado de trabalho fraco antes das eleições presidenciais, marcadas para maio de 2012. Os dados mais recentes mostraram que o crescimento econômico estagnou no segundo trimestre, e ainda que o desemprego tenha caído um pouco no segundo trimestre, ele ainda está em 9,1% no país.

Sarkozy faz do combate ao desemprego uma prioridade este ano e destinou fundos extras ao Ministério do Trabalho. O governo planeja abrir novos setores para programas de aprendizagem e implementar medidas como treinamentos para jovens, os que enfrentam maiores dificuldades na busca por trabalho. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
desempregotrabalhoFrança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.