finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Desemprego na Região Metropolitana de BH cai para 17,7% em junho

O índice de desemprego total na Região Metropolitana de Belo Horizonte caiu pelo segundo mês consecutivo, baixando de 18,2% para 17,7% da População Economicamente Ativa (PEA) entre maio e junho deste ano, segundo pesquisa divulgada hoje pela Fundação João Pinheiro, Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese) e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social.O número de desempregados foi estimado em 423 mil pessoas, 11 mil a menos do que o contingente do mês anterior. Esse recuo foi resultado de dois movimentos combinados: a criação de 17 mil novos postos de trabalho e a ampliação da PEA em mais seis mil indivíduos - o que a elevou para 2,388 milhões. Em junho de 2004, o índice de desemprego havia ficado em 20,7% da PEA, refletindo o total de 489 mil pessoas sem trabalho.A maior retração no nível de desemprego foi detectada entre os chefes de família. Nesse segmento, a redução foi de 7,5%. A pesquisa registrou, também, elevação de 1,6% no rendimento real médio dos ocupados, entre abril e maio, que passou de R$ 748 para R$ 760. No segmento de assalariados com carteira assinada, houve alta de 1,9% - subiu de R$ 736 para R$ 750. Entre os trabalhadores sem carteira, por outro lado, ocorreu queda de R$ 463 para R$ 436, o que significou recuo de 5,8%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.