Desemprego na região metropolitana de São Paulo cai a 14,2%

Geração líquida de 73 mil vagas em agosto fez taxa recuar em relação a julho, aponta pesquisa da Seade/Dieese

Lucinda Pinto, da Agência Estado,

30 de setembro de 2009 | 10h09

A taxa de desemprego total na região metropolitana de São Paulo caiu para 14,2% em agosto, ante 14,8% em julho, o que significou a geração líquida de 73 mil vagas no mês, segundo pesquisa de emprego e desemprego da Fundação Seade e Dieese. Em relação a agosto de 2008, o desemprego mostrou leve alta. Naquele mês a taxa de desemprego era de 14%. O contingente de desempregados aumentou em 29 mil pessoas em agosto de 2009 em relação ao registro de agosto do ano passado, para um total de 1,501 milhão de pessoas.

 

Veja também:

linkÍndice de medo do desemprego fica estável em setembro

especialAs medidas do emprego 

 

Segundo a pesquisa, a indústria voltou a eliminar postos de trabalho em agosto. O nível de ocupação no setor caiu 1,5% ante julho, o que significa eliminação de 23 mil vagas. O comércio também demitiu, eliminando 6 mil postos de trabalho, o que representa variação negativa de 0,4% no nível de ocupação ante julho.

 

Já o setor de serviços mostrou geração líquida de 94 mil postos de trabalho em agosto (+1,9% ante julho) e outros setores registraram crescimento de 0,8%, ou 8 mil vagas criadas no mês.

 

O rendimento médio real dos ocupados na região metropolitana de SP cresceu 1,2% em julho ante junho e 0,7% ante julho de 2008. A massa de rendimento dos ocupados teve expansão de 0,7% em julho ante junho e de 0,6% ante o mesmo mês do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
desempregoSão Pauloagosto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.