Desemprego na zona do euro se mantém em 7,3% em junho

A taxa se manteve a mesma de maio, segundo informou a Eurostat, agência de estatísticas da União Européia

Nathália Ferreira, Agência Estado

31 de julho de 2008 | 08h43

A taxa de desemprego na zona do euro sazonalmente ajustada se manteve em 7,3% em junho, mesma taxa de maio, informou a agência de estatísticas da União Européia Eurostat. A taxa de desemprego nos 15 países que usam o euro ficou levemente acima do esperado por economistas, que previam queda para 7,2%.   O dado de maio foi revisado em alta para 7,3%, de 7,2%.   A taxa de desemprego na Alemanha, a maior economia da zona do euro, caiu para 7,4% em junho, informou a Eurostat. Na França, a segunda maior economia da região, a taxa se manteve em 7,5%. Segundo informações da Eurostat, a taxa de desemprego aumentou na Irlanda, Espanha e Letônia. A Dinamarca registrou a menor taxa na União Européia, de 2,7%, enquanto a Espanha teve a maior, 10,7%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
zona do eurodesemprego

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.