Desemprego no Brasil é o menor desde 2002 e renda sobe

A taxa de desemprego nas seismaiores regiões metropolitanas do país caiu em novembro para omenor patamar da série histórica do Instituto Brasileiro deGeografia e Estatística (IBGE), iniciada em março de 2002, e arenda aumentou. A taxa ficou em 8,2 por cento em novembro, ante 8,7 porcento em outubro. O número de pessoas ocupadas subiu 0,7 por cento de outubropara novembro, totalizando 21,449 milhões. Na comparação comnovembro do ano passado, o aumento foi de 3,5 por cento. Já o número de desocupados caiu 5 por cento mês a mês, para1,922 milhões de pessoas. Em relação a novembro do ano passado,a queda foi de 12 por cento. "Pela primeira vez em toda série da pesquisa, em um mês denovembro, o contingente de desocupados ficou abaixo de 2milhões", afirmou o IBGE em comunicado. O rendimento médio real dos ocupados atingiu 1.143,60reais, alta de 1,3 por cento mês a mês e de 2,4 por cento nacomparação anual. (Reportagem de Rodrigo Viga Gaier; Edição de VanessaStelzer)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.