Desemprego no Brasil sobe a 14,5% em fevereiro--Seade/Dieese

A taxa de desemprego no Brasil subiuem fevereiro, para 14,5 por cento, ante 14,2 por cento emjaneiro, mostrou uma pesquisa do Seade e do Dieese nestaquarta-feira. O contingente de desempregados nas seis regiõesmetropolitanas pesquisadas pelos institutos ficou em 2,853milhões de pessoas no mês passado, 50 mil a mais que emjaneiro. O rendimento médio dos trabalhadores ocupados teve variaçãonegativa de 0,4 por cento, para 1.088 reais, e a renda dosassalariados caiu 0,6 por cento, para 1.160 reais. O emprego aumentou em todos os setores pesquisados:Serviços (+5,4 por cento), Construção civil (+14,3 por cento),Indústria (+3,9 por cento) e Comércio (+2,6 por cento). As regiões apuradas são Distrito Federal, Salvador, Recife,Porto Alegre, Belo Horizonte e São Paulo. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)divulgará seu índice de desemprego no país na quinta-feira. O Seade e o Dieese acrescentaram que na regiãometropolitana de São Paulo, a taxa de desemprego ficou estávelem 13,6 por cento em fevereiro. Segundo os institutos, o movimento surpreendeu, já quenessa época do ano a taxa costuma subir. (Reportagem de Vanessa Stelzer)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.