AP Photo/Evan Vucci
AP Photo/Evan Vucci

Desemprego nos Estados Unidos chega ao menor patamar em 10 anos

Economia norte-americana gerou 211 mil postos de trabalho na passagem do mês, resultado acima da expectativa de analistas

O Estado de S.Paulo

05 de maio de 2017 | 10h42

EUA - A taxa de desemprego nos Estados Unidos recuou de 4,5% em março para 4,4% em abril, contrariando a previsão dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal de alta para 4,6%. A taxa não atingia patamar tão baixo no país desde maio de 2007. 

O ritmo de contratação nos Estados Unidos se recuperou em abril ante março considerando-se ajustes sazonais, segundo dados do Departamento de Trabalho do país. A economia gerou 211 mil postos de trabalho na passagem do mês, resultado acima da expectativa de analistas consultados pela Dow Jones Newswires, que previam criação de 188 mil empregos no mês passado.

Os números dos dois meses anteriores sofreram revisões. O de março foi revisado para baixo, de 98 mil para 79 mil, enquanto o de fevereiro passou de 219 mil para 232 mil postos, gerando uma perda líquida de 6 mil empregos no período.

O salário médio por hora dos trabalhadores do setor privado ficou em US$ 26,19 em abril, alta de US$ 0,07 (ou 0,27%) ante o mês anterior. A projeção do mercado era de ganho ligeiramente maior, de 0,30%. Na comparação anual, o salário cresceu 2,5% no mês passado.

Já a taxa de participação na força de trabalho recuou levemente de 63% em março para 62,9% em abril./Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.