Desemprego volta a bater recorde em São Paulo

O desemprego na região metropolitana de São Paulo voltou a bater a recorde em setembro, segundo pesquisa da Fundação Seade e Dieese. A taxa passou de 20% em agosto para 20,6% da População Economicamente Ativa (PEA), a mesma dos meses de abril e maio deste ano e a mais elevada desde 1985.O aumento do desemprego foi causado pelas demissões no comércio (24 mil), serviços (18 mil) e indústria (9 mil). Destaca-se ainda que esse efeito negativo atingiu os trabalhadores autônomos (34 mil) e os assalariados do setor privado com carteira de trabalho assinada (20 mil).Após redução em julho, o rendimento médio real dos ocupados cresceu 1,4% em agosto e passou a R$ 910. Já o salário médio permaneceu relativamente estável (0,2%), em R$ 967.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.