finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Desenvolvimento exige responsabilidade fiscal, diz Lisboa

O secretário de política econômica do Ministério da Fazenda, Marcos Lisboa, disse hoje em palestra na Associação Comercial do Rio que a agenda para o desenvolvimento de longo prazo do País exige estabilidade. "A grande estrutura do crescimento de longo prazo é a estabilidade", afirmou, acrescentando que a "grande âncora" do desenvolvimento é a responsabilidade fiscal, conjugada com regime de metas de inflação e câmbio flutuante.Lisboa listou ainda, como parte da agenda, a redução dos custos de investimentos; desenvolvimento de instrumentos de crédito e securitização; redução de custos de resolução de conflitos; bom ambiente de negócios e "proteção social efetiva", que inclui avanços em saúde e educação.Ele listou toda a trajetória da economia brasileira desde o início do governo Lula e assegurou em vários momentos que o ajuste fiscal, com financiamento saudável das contas públicas, "não foi uma medida temporária, mas para todo o governo". Lisboa disse ainda que "é preciso muita cautela na gestão da política econômica. O Brasil já pagou muito caro o preço da criatividade no passado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.