Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

coluna

Carolina Bartunek: ESG, o que eu tenho a ver com isso?

Design aliado ao respeito à natureza

Syshaus oferece habitação pré-moldada e sustentável, com assinatura do escritório de arquitetura Arthur Casas

Júlia Zillig, ESPECIAL PARA O ESTADO

25 de abril de 2019 | 06h00

Um dos primeiros projetos desenvolvidos pela Syshaus ficou conhecido como a Casa do Futuro, apresentada na conferência Eco92, realizada no Rio de Janeiro. O diferencial da construção era a cogeração de energia. Mais de duas décadas depois, a empresa inovadora oferece sua primeira geração de casas, assinadas pelo escritório de arquitetura Arthur Casas Design.

“Durante todos esses anos nos dedicamos ao desenvolvimento. Até que chegamos a um produto que achamos adequado para o mercado brasileiro”, contou Marcos Cardoso, diretor da empresa. Um dos primeiros protótipos da casa da Syshaus está montada no Botanique Hotel & Spa, na Serra da Mantiqueira, em São Paulo. 

Os projetos da Syshaus, explicou Cardoso, nascem da busca constante da empresa por soluções inteligentes e sustentáveis, unindo design e engenharia. Para a composição, são adotadas tanto tecnologias quanto materiais ecologicamente corretos, junto com produtos recicláveis. “Até nossa fábrica funciona com geração de energia solar”, destacou.

A casa é montada, de acordo com o diretor da empresa, na metade do tempo que se leva para construir um imóvel convencional. A construção é entregue com a estrutura completa, incluindo as partes elétrica e hidráulica, e não há erro no processo de montagem. “As peças são padronizadas, e nossos montadores são treinados na fábrica. Não tem como fazer errado. Não existe caçamba nem descarte de materiais.”

O metro quadrado de uma casa da Syshaus varia de R$ 3 mil e R$ 5,5 mil. Se o cliente quiser, ainda pode equipar a casa com acessórios, como a mobília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.