Desonerações para 2013 superam abatimento do superávit, diz Augustin

Autoridade do Tesouro diz que renúncia fiscal do governo em 2013 ultrapassará os R$ 45 bilhões 

Adriana Fernandes e Renata Veríssimo, da Agência Estado,

29 de maio de 2013 | 18h08

BRASÍLIA - O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, disse nesta quarta-feira, 29, que as desonerações previstas para este ano superam em muito os R$ 45 bilhões previstos para abatimento da meta de superávit primário.

De acordo com Augustin, também os investimentos do PAC devem atingir algo próximo desse valor.

Por isso, diz o secretário, não se justificam as dúvidas sobre o cálculo das desonerações para efeito de abatimento da meta.

"Cada vez que se faz uma desoneração, tem uma metodologia de cálculo feita pela Receita e o seu impacto. O valor da desoneração é muito superior ao previsto para abatimento", disse.

Os dados do Tesouro mostram apenas o tamanho da renúncia fiscal sobre a folha de salários, que chegou a R$ 1,9 bilhão até abril.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.