finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Detran culpa Prefeitura por atraso de multas

O atraso no envio das multas aplicadas pela prefeitura de São Paulo ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) seria o motivo da publicação, em 29 de dezembro, dos nomes de 126.232 motoristas que podem perder a carteira nacional de habilitação (CNH) porque somaram os 20 pontos. Do total, 68.818 são da capital e o restante do interior. Segundo o Detran, a prefeitura enviou 2.234 milhões de multas em outubro, referentes aos anos de 1998, 1999 e 2000. A lista do dia 29 é a mais extensa desde a primeira, de 12 de maio de 1999. Segundo o Detran, nas listas anteriores eram notificados de mil a dois mil motoristas por mês, em média. Normalmente, o motorista tem 30 dias para ir ao Detran e recorrer da decisão a partir da data em que é avisado, mas como a lista é muito extensa, o Detran está notificando 5 mil motoristas por mês. Resultado: há notificações agendadas até março de 2002 e nesse meio tempo, o condutor permanece com a carteira normalmente. O motorista só apresenta o recurso ou entrega a carteira na data agendada na notificação. (Veja mais como entrar com recurso em link abaixo) A pontuação soma multas do DSV, Dersa, DER e DNER desde 21 de maio de 1998A maioria das multas na cidade de São Paulo é aplicada pelo Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV) da Prefeitura. Segundo o Detran, o município é responsável por aplicar 90% das infrações. Na capital, o restante é aplicado pelo Detran por intermédio do 3o Batalhão de Policiamento de Trânsito. Nos municípios do interior, as prefeituras também aplicam as multas. As demais infrações podem ser aplicadas pelos policiais rodoviários nas estradas estaduais controladas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (Dersa) e Departamento Estadual de Rodagem (DER). O mesmo ocorre nas rodovias federais, fiscalizadas pelo Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER) .As multas são aplicadas por guardas rodoviários federais. A pontuação começou a valer para os motoristas a partir de 21 de maio de 1998, depois da publicação da resolução 54/98 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Ela segue determinações do Código de Trânsito Brasileiro, em vigor desde 21 de janeiro de 1998. A Assessoria de Imprensa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que a empresa não vai se pronunciar sobre o atraso no envio das multas. Para o condutor saber se está na lista publicada no Diário Oficial basta entrar no site: http://www.imesp.com.br/ e clicar em cima da palavra Detran e digitar o seu nome. Ou acessar o link abaixo:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.