Luke MacGregor/Reuters
Luke MacGregor/Reuters

Deutsche Bank tem escritórios vasculhados na Alemanha e ações caem mais de 3%

Promotores e policiais investigam se maior banco alemão teria ajudado clientes em operações para lavagem de dinheiro

Dow Jones Newswires

29 de novembro de 2018 | 11h24

FRANKFURT - Os escritórios do Deutsche Bank em Frankfurt e nos arredores da cidade foram vasculhados nesta quinta-feira, 29, por promotores e policiais, como parte de uma investigação sobre suspeitas de que o maior banco da Alemanha teria ajudado clientes a estabelecer offshores em paraísos fiscais sem alertar autoridades sobre possível lavagem de dinheiro.

Em reação à notícia, a ação do Deutsche Bank caía mais de 3% na Bolsa de Frankfurt por volta das 8h35 (de Brasília). 

A investigação tem como foco dois funcionários do Deutsche, assim como outros executivos não identificados do banco, segundo a promotoria pública de Frankfurt. 

O Deutsche afirmou estar cooperando com as autoridades e que comentará a respeito quando mais informações estiverem disponíveis. 

A operação de busca em escritórios do Deutsche envolveu mais de 170 policiais e outros agentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.