Deutsche eleva projeção de Selic a 10,25% até janeiro

O economista-chefe para Brasil do Deutsche Bank, José Carlos Faria, revisou a projeção para o ciclo de aperto monetário de 9,25% para 10,25% até janeiro de 2014, sendo que até o final do ano a previsão é que o Banco Central eleve a taxa Selic para 10%.

FÁBIO ALVES, Agencia Estado

22 de agosto de 2013 | 20h29

Em relatório enviado a clientes nesta quinta-feira, 22, o economista disse que um real mais desvalorizado e uma inflação mais alta exigirão uma política monetária mais apertada. Faria prevê mais três elevações de 0,50 ponto porcentual da Selic até dezembro e uma alta de 0,25 ponto em janeiro.

O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC faz sua reunião de dois dias a partir da próxima terça-feira, 27. Atualmente, a Selic está em 8% ao ano.

Faria também revisou sua projeção para a taxa de câmbio, prevendo agora um dólar a R$ 2,35 no fim do ano, contra R$ 2,23 anteriormente estimados. "O ciclo de aperto poderá ser mais curto se a economia desacelerar mais do que esperamos", ressaltou Faria no documento.

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), Faria revisou sua projeção de crescimento para 2014 de 2,5% para 2%. Ele manteve sua estimativa para a expansão do PIB em 2013 em 2,1%. Para a inflação neste ano, ele agora espera uma alta de 6,1%, comparada com a estimativa anterior de 5,8%.

Tudo o que sabemos sobre:
SelicDeutsche Bank

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.