Devolução de cheque sem fundo bate recorde: 3,2 milhões

Cerca de 3,27 milhões de cheques foram devolvidos em maio pela segunda vez por falta de fundos. Segundo a Centralização dos Serviços dos Bancos (Serasa), responsável pelo levantamento, trata-se da maior marca desde 1991, ano de criação do índice. De cada mil cheques compensados no mês passado, 17,6 foram devolvidos por falta de dinheiro na conta.Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando para cada mil cheques emitidos, 14,9 não tinham fundos, o crescimento é de 18,1%. Em relação a abril, o total de cheques sem fundos cresceu 8,6%. Naquele mês foram devolvidos 16,2 cheques em cada lote de mil compensações.O levantamento constatou aumento de 7,5% no volume de cheques sem fundos no acumulado dos primeiros cinco meses deste ano comparativamente ao mesmo período do ano passado. De janeiro a maio, para cada lote de mil cheques compensados, 14,7 entraram para o Cadastro de Cheques sem Fundos (CCF) do Banco Central.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.