Dez usinas de cana devem encerrar atividades

Do total de 80 usinas paradas, 44 estão em recuperação judicial, segundo diretor técnico da Unica

Mônica Scaramuzzo, Altamiro Silva, O Estado de S.Paulo

18 Maio 2015 | 02h05

A União da Indústria da Cana-de-açúcar (Unica) estima que pelo menos outras dez usinas podem parar suas atividades este ano. Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da entidade, afirma que há 80 usinas paradas. Deste total, 44 estão em recuperação judicial. Há ainda outras 23 unidades em recuperação judicial, mas que estão em operação.

De acordo com fontes de mercado, outras usinas deverão entrar em recuperação judicial ao longo dos próximos meses.

A expectativa é que o Brasil processe nesta safra 2015/16 cerca de 653 milhões de toneladas de cana, de acordo com a consultoria Datagro. Deste total, 591 milhões de toneladas serão moídas no Centro-Sul do Brasil. A Unica vai divulgar suas previsões na quinta-feira.

A Datagro prevê que a produção de açúcar no Brasil atinja 35,7 milhões de toneladas, um crescimento de 0,8% sobre o ciclo anterior. Para o etanol, a produção deve atingir 29,16 bilhões de litros, alta de 2,8% sobre a safra 2014/15.

Mix. As usinas deverão destinar mais cana para a produção de etanol do que para açúcar. O mix deverá ficar em 57,1% para o álcool, enquanto o restante fica para o açúcar, disse o presidente da consultoria, Plinio Nastari, que apresentou seu relatório a investidores na semana passada em Nova York.

Mais conteúdo sobre:
Cana-de-açúcaragronegócio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.