Dia da Criança: vendas abaixo do previsto

As vendas dos shopping centers no Dia da Criança cresceram de 6% a 7% em relação ao ano passado, mas ficaram abaixo das expectativas. A informação é do presidente da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), Nabil Sayon. Ele afirmou que a entidade esperava aumento de 8% a 9% este ano. O motivo da redução em relação à previsão inicial, segundo Sayon, foi o fato de as lojas terem permanecido fechadas neste feriado, atendendo à legislação e cedendo à pressão dos sindicatos trabalhistas. Em 1999, grande parte dos estabelecimentos dos shoppings abriu suas portas. O presidente da Alshop, entidade que reúne 67 mil lojas em 506 shoppings de todo o País, informou que o preço médio dos brinquedos comercializados caiu cerca de 10% este ano, passando para R$ 34,00. AbrebLevantamento preliminar da Associação Brasileira dos Revendedores de Brinquedos (Abreb) sobre as vendas do Dia das Crianças revelou que o movimento foi inferior ao de 99. A previsão era de aumento de 10% em relação ao ano passado. Segundo a Abreb, o valor médio das compras ficou em R$ 30,00 - 20% menor que no ano passado

Agencia Estado,

16 de outubro de 2000 | 10h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.