finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Dia das Mães: maioria dos filhos dará roupas

Roupas e calçados, perfumes e comésticos, flores e CDs devem ser os presentes mais escolhidos para o Dia das Mães deste ano. Estes itens foram apontados por 60% dos consumidores entrevistados sobre a intenção de compra este ano, de acordo com levantamento da Federação do Comércio do Estado de São Paulo, junto a 950 pessoas.Roupas e outros itens do vestuário são a escolha de 30,26% dos entrevistados, seguidos por perfumaria e cosméticos (12,83%), flores (10,20%) e CDs (7,24%). Os eletrodomésticos, que em anos anteriores revezavam-se com roupa e vestuário na liderança das vendas, devem ser a opção de 4% dos consumidores. As utilidades domésticas e aparelhos de som podem responder por outros 6%.Não presenteará a mãe 7% dos filhosA pesquisa mostrou também que 93% das pessoas pretende presentear as mães. A previsão, por conta disso, é de um aumento de 5% nas vendas em relação ao Dia das Mães do ano passado, que foram 6,8% superiores às de 1999.Na avaliação da entidade, mesmo com as incertezas externas, a crise política e as ameaças de falta de energia, a atividade econômica neste período é superior à do ano passado. Houve até um aumento de 15% no volume de trabalhadores temporários contratados pelo comércio para a data em todo o Brasil. Isto mostra, de acordo com a Federação, que o brasileiro não abre mão da homenagem à mãe, o que deve garantir o bom desempenho do varejo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.