carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Dieese: açúcar, batata e tomate lideram altas

Açúcar, batata e tomate foram os vilões da cesta básica em setembro e lideraram os aumentos de preços nas 17 capitais brasileiras pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Puxado pelo crescimento dos preços no mercado externo, o açúcar subiu em média 7,3% em setembro na comparação com agosto. Em algumas das capitais, o produto chegou a picos superiores a 20%, como em Vitória (22,7%) e Belo Horizonte (20,3%). O açúcar subiu a taxas entre 10% e 16% no Rio, Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo e Curitiba, mas caiu em Salvador (-9,7%), Goiânia (-2,4%) e Brasília (-0,5%).

ANNE WARTH, Agencia Estado

06 de outubro de 2009 | 12h15

O preço da batata aumentou 7,1% em média no mês passado nas 17 capitais. As altas chegaram a 24,7% no Rio, 23,2% em Porto Alegre e 14,5% em Florianópolis. Os recuos ocorreram em Goiânia (-16,1%) e Brasília (-8,4%). A batata não compõe as cestas básicas das capitais das Regiões Norte e Nordeste do País. O preço do tomate subiu em média 6,1% nas capitais pesquisadas, mas seu comportamento foi o que teve as maiores diferenças entre as cidades pesquisadas. Em Florianópolis, Vitória e Brasília, o tomate subiu mais de 20%, e aumentou entre 11% e 19% em Belo Horizonte, Curitiba, Salvador, São Paulo e Rio. Houve queda expressiva nos preços do tomate em Natal (-32,8%), Recife (-23,2%), Florianópolis (-16,1%), Aracaju (-13,1%), Goiânia (-9,3%) e João Pessoa (-8,2%).

O custo do feijão, por sua vez, caiu em todas as 17 capitais pesquisadas, em média de 6,1%. Os maiores recuos ocorreram no Recife (-12,8%), Salvador (-10,8%) e Rio (-9,9%). O leite também desacelerou em todas as capitais pesquisadas, em média 6,1%, com queda expressiva em Vitória (-13,5%), Goiânia (-12,6%), Belo Horizonte (-11,5%), Porto Alegre (-10,9%), Curitiba (-10,6%) e Rio (-10,5%). O preço da banana aumentou em média 2,2% nas 17 capitais pesquisadas em setembro. O pão subiu 0,3% e o óleo, 0,2%. O custo do arroz teve recuo médio de 1,8% no mês passado. A carne diminuiu em média 1,2%, o café, 0,6%, e a manteiga, 0,6%.

As diferenças dos preços cobrados nas capitais chegou a 213,5% no caso do tomate, com preços médios variando entre R$ 1,33 a R$ 4,17%. As diferenças nos preços da banana (143,6%), batata (89,6%), açúcar (66,7%) e pão (62,4%) também foram elevadas entre as cidades pesquisadas. Óleos (36,4%), carne (40,3%) e manteiga (47,4%) apresentaram menores variações de preços entre as capitais.

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãoDieesecesta básica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.