carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Dieese aponta que cesta básica está mais cara em 16 capitais

As maiores altas foram apuradas em Natal, Fortaleza, Belo Horizonte e Salvador

Flavio Leonel e Francisco Carlos de Assis, da Agência Estado,

04 de setembro de 2007 | 14h59

O preço médio da cesta básica subiu em agosto, na comparação com julho, em 16 capitais pesquisadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Segundo a Pesquisa Nacional de Cesta Básica, as maiores altas no conjunto de produtos alimentícios essenciais foram apuradas em Natal (9,62%), Fortaleza (8,18%), Belo Horizonte (8,14%) e Salvador (6,56%).   Veja também:Pesquisa da PRO TESTE aponta onde comprar mais barato Dieese: mínimo deveria ser de R$ 1.733,88 em agostoNas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, a cesta apresentou elevações menos expressivas, de 3,24% e de 2,49%, respectivamente. Em Brasília, a alta, de 2,27%, foi a menor entre as capitais pesquisadas.No acumulado dos primeiros oito meses de 2007, o Dieese constatou também movimento de alta nas cestas das capitais pesquisadas. As maiores foram observadas em Natal (15,52%), João Pessoa (12,97%), Recife (12,96%) e Porto Alegre (10,83%). Os menores aumentos acumulados foram apurados em Goiânia (2,20%), Belo Horizonte (2,39%), Brasília (2,54%) e Belém (2,85%). Em São Paulo e Rio de Janeiro, a cesta acumulou elevações de 6,04% e 6,27%, respectivamente.De acordo com o levantamento do Dieese, em agosto, os destaques de alta foram tomate, leite, carne, feijão, pão e óleo de soja.

Tudo o que sabemos sobre:
Preço de alimentosCesta básica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.