Dieese: custo de vida em SP sobe 0,31% em abril

A taxa de inflação na capital paulista desacelerou para 0,31% em abril, ante alta de 0,40% em março, segundo levantamento divulgado hoje pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). No acumulado dos quatro primeiros meses de 2009, o ICV registra alta de 1,43% e, nos últimos 12 meses até abril, a taxa acumulada atingiu o nível de 5,79%.

FLAVIO LEONEL, Agencia Estado

07 de maio de 2009 | 12h31

No mês passado, os grupos Saúde e Despesas Pessoais representaram as principais pressões de alta dentro do ICV, com elevação de 1,21% e de 2,66%, respectivamente. Segundo o Dieese, isso ocorreu porque esses dois grupos sofreram influência direta, respectivamente, das altas dos medicamentos (5,76%) e dos cigarros (5,52%), que, juntas, responderam por 0,24 ponto porcentual de toda a taxa de inflação apurada pelo ICV em abril.

De acordo com o Dieese, embora a alta de 0,16% do grupo Alimentação em abril tenha sido bem menor que a de 0,47% apurada em março, as despesas com alimentos ainda pressionaram o ICV, contribuindo com 0,05 ponto porcentual de toda a taxa do índice no mês passado. Em contrapartida, a queda de 0,30% observada no grupo Transporte aliviou a inflação em 0,05 ponto porcentual.

Quanto aos demais grupos pesquisados pelo Dieese, foram observadas elevações em Vestuário (0,42%), Despesas Diversas (0,15%), Habitação (0,12%), Educação e Leitura (0,09%) e Equipamento Doméstico (0,08%). O grupo Recreação apresentou baixa de 0,03%.

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãoICVDieese

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.