Dieese: desemprego em SP pode atingir 1 dígito

O diretor técnico da Fundação Seade e do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Clemente Ganz Lúcio, e o supervisor da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), Sérgio Mendonça, acreditam que a vigorosa redução do desemprego em São Paulo neste ano pode levar a taxa para um dígito até dezembro. A partir de janeiro de 1991, a taxa sempre ficou em dois dígitos. "O crescimento da economia forte entre 7% e 7,5%, o avanço robusto da renda, com expansão da concessão de crédito, aliados à alta confiança dos trabalhadores e empresários no futuro do País permitem dizer que é factível que a taxa de desocupação atinja um dígito ainda neste ano", comentou o diretor técnico.

RICARDO LEOPOLDO, Agencia Estado

27 de outubro de 2010 | 12h05

Para Mendonça, se for ratificada a taxa mensal de um dígito em 2010, o nível médio de desocupação no ano deve atingir uma marca entre 11,5% e 12% - patamar inferior aos 14% registrados em 2009. Para as sete regiões metropolitanas consideradas na pesquisa, eles estimam uma taxa média um pouco maior, que deve ficar em torno de 12,5% neste ano.

"Há uma dificuldade maior para que as sete regiões alcancem um dígito neste ano, pois o patamar atual é mais elevado do que em São Paulo", comentou Mendonça. Com a perspectiva de crescimento da economia de 5% em 2011, Lúcio destacou que há grande probabilidade de que a taxa de desemprego continue em queda, embora em velocidade menor do que a registrada neste ano. "Caso o próximo governo adote medidas como redução de juros e correção da taxa de câmbio valorizada, isso deve estimular os investimentos, que já têm uma agenda extensa para os próximos anos devido às obras de infraestrutura associadas a eventos esportivos, como as Olimpíadas Militares, a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíadas em 2016."

Tudo o que sabemos sobre:
desempregoempregoPEDSPDieese

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.