Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Dieese: maioria dos reajustes salariais superam inflação

Os reajustes salariais negociados no primeiro semestre de 2007 deram continuidade ao movimento ascendente observado no ano passado, trazendo novamente resultados positivos no período avaliado. É o que mostra o estudo de Sistema de Acompanhamento de Salários (SAS) do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgado hoje.O levantamento aponta que 97,1% das 280 negociações verificadas entre janeiro a junho deste ano - entre os trabalhadores da indústria, do comércio e de serviços - obtiveram reajuste salarial equivalente ou acima da variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), na última data-base de cada categoria.O Dieese mostra ainda dados relevantes nas negociações que resultaram ganhos superiores à inflação nos salários dos trabalhadores. Nos seis primeiros meses deste ano, a proporção de negociações que apresentaram incremento foi de 87,5%. O movimento de alta vem sendo observado neste sentido desde 2004, quando ficou em 45,2%. No ano seguinte subiu para 67,4% e avançou para 81,9% em 2006.SetoresEntre os setores econômicos, o Dieese observa que a melhor situação é verificada no setor industrial, em que 93% das negociações resultaram em ganhos salariais superiores à variação do INPC, sendo que apenas 1% delas ficaram abaixo. Em seguida, aparece o setor de serviços, com 85% das negociações acima do INPC e 3% abaixo. No comércio, o resultado foi de 82% superior ao INPC e de 7% inferior.

PEDRO HENRIQUE FRANÇA, Agencia Estado

17 de agosto de 2007 | 17h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.