Diferença de preço chega a 112,87% nos produtos de Natal

Maior diferença é a do chocottone; vendido a R$ 5,79 na zona leste, é encontrado por R$ 2,72 na zona oeste

14 de dezembro de 2007 | 08h56

Uma pesquisa feita pelo Procon-SP entre os dias 21 e 23 de novembro em dez lojas das cinco regiões de São Paulo apontou que os preços dos produtos de Natal podem variar até 112,87%. A maior diferença de preço foi encontrada entre os panettones e chocottones, segundo o Procon. Entre os 79 itens pesquisados estão carnes, caixas de bombons e frutas em calda. Entre os estabelecimentos pesquisados, o Andorinha Hipermercado, na zona norte da capital paulista, foi o que apresentou o maior número de produtos com menor preço. Dos 79 itens pesquisados, 35 tinham preços mais baixos em relação a outras lojas. O mini panettone gotas de sabor chocolate Procurando Nemo, de 80 gramas, da Visconti, teve a maior variação de preço. Em uma das lojas na zona oeste é vendido por R$ 2,72 e em uma loja da zona leste da capital o consumidor paga R$ 5,79, o que representa uma diferença de R$ 3,07, o equivalente a 112,87%, segundo o Procon. A segunda maior diferença de preços foi encontrada no Pernil Desossado Temperado da Sadia. Em um supermercado da zona oeste, o quilo do produto é vendido por R$ 8,15. Enquanto isso, uma loja da zona leste da capital vende o quilo por R$ 13,90, uma diferença de R$ 5,75 ou 70,55%.

Tudo o que sabemos sobre:
ProconNatalinflação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.