Dilma busca no BNDES previsões sobre o PAC

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, passou cerca de quatro horas hoje na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio, buscando detalhes sobre a previsão de financiamentos do banco para este ano, especialmente para projetos incluídos no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). Foi a primeira visita da ministra ao banco na gestão do economista Luciano Coutinho, que a recebeu pessoalmente e conduziu a apresentação dos números da instituição, que este ano prevê desembolsar o valor recorde de R$ 80 bilhões.A ministra chegou ao banco por volta das 10 horas, participou de uma reunião de diretoria, almoçou na instituição e deixou a sede do BNDES no início da tarde. Os dados que coletou devem nortear a série de visitas que o presidente Lula iniciou ontem, por Quixadá (CE), no que chamou de "peregrinação" às obras do PAC.O BNDES já tem em carteira - em projetos contratados ou em análise - R$ 40,7 bilhões em financiamento de obras incluídas no programa, para um investimento total de R$ 67,7 bilhões. São basicamente projetos de energia, logística e saneamento.

IRANY TEREZA, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2008 | 19h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.